Dia nacional de luta

201
Dia nacional de luta
Mais de dez mil pessoas foram às ruas de Natal no Dia Nacional de mobilizações e protestosTodas as flores se abriram
nas fábricas
nas escolas
nas ruas
inumeráveis panfletos

 

Quinta, 11 de julho, logo no começo da manhã ativistas do movimento sindical, popular e estudantil se concentraram em frente ao shopping Midway Mall no cruzamento das avenidas Bernardo Vieira e Salgado Filho.

Estudantes, trabalhadores da cidade e do campo, desempregados, camelôs se juntaram numa grande manifestação que aos poucos foi se transformando em milhares. Camisetas, faixas, cartazes e as famosas palavras de ordem deram o tom dos protestos.

A luta contra o aumento nas tarifas do transporte coletivo e pelo passe livre se transformou numa onda de mobilizações. A pauta em defesa do transporte coletivo abriu espaço para a luta pelo fim do fator previdenciário, a redução da jornada de trabalho, mais investimento em educação, saúde e segurança, reforma agrária e fim dos leilões do petróleo. Essa foi a pauta que unificou as centrais sindicais e o movimento popular no Dia Nacional de Greves, Mobilizações e Protestos.

Mais de dez mil pessoas ocuparam as principais avenidas de Natal e seguiram em passeata pela BR 101 até a avenida Roberto Freire, que está incluída no plano de mobilidade para a Copa do Mundo de 2014.

Entre os milhares de manifestantes diversos o SENALBA esteve presente com suas bandeiras de luta em defesa dos direitos e por justiça social.

→ Confira entrevistas no canal FOQUE