Setembro Amarelo

49
Este mês foi escolhido porque, desde 2003, o dia 10 de setembro é o Dia Mundial de Prevenção do Suicídio. A cor da campanha foi inspirada em uma história trágica. Em 1994, Michael Emme, um jovem americano de apenas 17 anos, tirou a própria vida dirigindo seu carro amarelo.
Segundo informações da Organização Mundial da Saúde (OMS), a cada ano são registrados mais de 800 mil suicídios no mundo, o que representa aproximadamente uma morte a cada 40 segundos. Além disso, a cada três segundos alguém atenta contra a própria vida. No Brasil, são mais de 11 mil casos anualmente.
Diante desse quadro, o SENALBA/RN abraça essa causa e traz algumas recomendações para auxiliar quem está sob o risco de suicídio:
É importante identificar os sinais e não tratar as lamentações da pessoa como “drama” ou “exageros”. O contato inicial é muito importante, mas deve ser feito de forma adequada, entre as principais ações podemos destacar:
• Falar de forma carinhosa e sem julgamentos, ouvir com atenção e se mostrar interessado com a conversa,
• Falar sobre o assunto, sem medos e tabus;
• Ter empatia, paciência e demonstrar preocupação, cuidado e afeto;
• Conversar com amigos e familiares da pessoa e se manter ao lado dela para ajuda e apoio;
• Procurar entender os sentimentos da pessoa sem diminuir a importância deles;
• Não esperar a pessoa dizer que quer se matar para buscar ajuda. É preciso estar atento aos sinais de alerta e levar a situação a sério;
• Ligando para o Centro de Valorização da Vida (CVV) por meio do número 188;
• Ir atrás das unidades e profissionais da saúde;
• Participa de grupos de apoio.
O Centro de Valorização da Vida (CVV) é responsável por promover apoio emocional e prevenção do suicídio, atendendo gratuitamente, sob total sigilo, pelo telefone 188, assim como por e-mail e chat 24 horas todos os dias.